Sofisticados Relações

Nem homo nem hetero!

Companhia

A bissexualidade, uma das formas de amar e de se relacionar que mais encaram os preconceitos e tabus do cotidiano, é uma identidade distinta. Praticamente sozinha, a bissexualidade enfrenta resistência e pode ser considerada a mais destabulizadora das identidades. Sou bi, declara Matheus Dias, de 30 anos. Demorei a entender se era gay, se estava me enganando ao gostar de garotas. Analice Souza passou por um processo de entendimento parecido com o de Matheus. O belo-horizontino Davi Collares, de 32, percebe o orgulho bissexual como uma forma de revidar.

Meninas solteiras de 181030

Essa é uma das maneiras de se relacionar que mais enfrentam preconceitos e tabus no cotidiano

Sexólogos, psicólogos e até cientistas dizem que esse é o futuro da humanidade. Angelina Jolie antes de Brad Pitt manteve um romance de 10 anos com a modelo Jenny Shimizu e nunca teve problemas em assumir a bissexualidade. Mesmo em Roma ou na Grécia. É algo que sempre esteve presente nas relações humanas e pode se manifestar mais ou menos dependendo do quanto existe de liberalidade na sociedade ou em um determinado método social que possa ser mais abertura para esse tipo de coisa - defende Rafael Raffaelli, professor da UFSC, mestre em Psicologia Social e doutor em Psicologia Clínica. Quando eu saio, fico com homem ou mulher, tão faz. Acho que as mulheres suprem outras necessidades, elas se envolvem restante emocionalmente do que os homens. Sigmund Freud dizia que a escolha seria determinada na infância, de acordo com as experiências.