Sofisticados Relações

Mostrando 1 - 12 de 48 resultados

Companhia

Amor é real. Eu sinto. É meu. Virtual é a paquera, o namoro, até o sexo. Se é pela internet, é virtual. Mas o amor é real. Historicamente no nosso país e no mundo pessoas hetero ou homossexuais optaram por viverem juntas sem qualquer formalidade como a exigida para o casamento. Esta teoria destaca que o que se vê na realidade é o que acontece de forma efetiva.

Anúncios pessoais 30380

Quem somos

Leste termo, apesar de técnico-jurídico, indica uma forma de vida ou um governo carregado de preconceitos, uma vez que, devido à carga negativa associada ao termo, é ofensivo nomear uma mulher de concubina, traduzindo-se em um julgamento de sua conduta moral e sexual. Assumem conjuntamente obrigações, deveres, com consequências pessoais e patrimoniais. A pessoa que se relaciona com outra comprometida deve ser responsabilizada por seus atos, escolhas, e deve suportar as consequências. Cada caso é singular e deve ser analisado. No liame do afeto, a mulher pode estar mais comprometida com o amor que o homem, e assim ela entende que o aplicação é o vínculo suficiente para caraterizar tal relacionamento afetivo com seu namorado, como uma família. O critério válido e objetivo do lapso temporal de cinco anos trazido pela lei 8.

Anúncios pessoais português para 58056

Documentos Necessários

O lastro matrimonial 3. A autonomia de vontade 6. A fraude 7. A fraude pela mudança do tipo social 9.

Colunistas

Que regime de bens escolher? Quando duas pessoas se casam, podem escolher se passam a ter património em universal ou se cada membro do par mantém o seu património separado. O regime de bens é o equipe de regras que determina o que passa a pertencer ao casal e o que pertence a cada uma das pessoas durante o casamento e quando este chegar ao fim. Ou seja, se uma pessoa tiver um carro quando se casa, o condução continua a ser apenas dela. Se comprarem uma casa depois do casório, esta pertence ao casal. Também pertencem apenas a uma das pessoas os bens que esta receber depois do casamento, mas que resultem de um direito próprio anterior ao casamento. Se um dos membros do casal morrer, a pessoa que lhe sobrevive tem sempre direito à parte da legado que a lei que lhe pertence por estar casada. Um regime definito pelo casal Se preferirem, os membros do casal podem criar um regime de bens próprio.